ESTADO DE SUSTENTABILIDADE JURISDICIONAL

 

  Baixe do relatório 2018

As abordagens jurisdicionais para o desenvolvimento sustentável têm um grande potencial para o avanço de soluções holísticas e duradouras para as questões interligadas de desmatamento tropical, meios de vida rurais e segurança alimentar. Com muitos “experimentos” jurisdicionais em andamento no mundo todo, chegou a hora de realizar uma avaliação sistemática.

O Earth Innovation Institute (EII), o Centro de Pesquisa Florestal Internacional e a Força Tarefa dos Governadores para Clima e Florestas estão colaborando em um estudo abrangente desses experimentos nos trópicos para aproveitar as lições iniciais. Mais especificamente, o estudo avalia o progresso rumo ao desenvolvimento sustentável de baixa emissão, incluindo metas e compromissos, sistemas de monitoramento e relatórios, plataformas de governança multiatores e políticas e iniciativas inovadoras que são elementos centrais da sustentabilidade jurisdicional. A avaliação também inclui uma análise profunda do desmatamento e das emissões (incluindo motores e agentes de desmatamento e degradação florestal), e examina as potenciais implicações das estratégias de desenvolvimento rural de baixa emissão para futuras reduções de emissões. Ela ainda explora as barreiras e oportunidades para promover a sustentabilidade jurisdicional.

O relatório inclui resumos analíticos sobre cada jurisdição, bem como uma síntese geral da sustentabilidade jurisdicional nos trópicos. O relatório foi publicado em setembro de 2018, por ocasião da Cúpula Global de Ação Climática e do encontro da Força Tarefa dos Governadores para Clima e Florestas em São Francisco, Califórnia.

Perfis jurisdicionais
Slide1
Slide2

Este estudo se concentra em 39 divisões políticas e administrativas subnacionais principalmente de primeiro nível (ex.: província, estado, etc.) em 12 países tropicais. Em 2017-18, nós compilamos dados secundários e conduzimos entrevistas com os principais atores em todas as jurisdições sobre os temas descritos acima. Em diversas jurisdições, também implementamos a Ferramenta de Avaliação de Paisagens Sustentáveis (SLRT), da Aliança para o Clima, Comunidade e Biodiversidade, para ajudar na nossa avaliação do progresso das jurisdições rumo ao desenvolvimento rural de baixa emissão.

Baixe os perfis das seguintes jurisdições:

BRAZIL| Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins

COLÔMBIA| Caquetá

COSTA DO MARFIM| Bélier, Cavally

EQUADOR| Pastaza

ETIÓPIA| Oromia

INDONÉSIA| Aceh, Kalimantan Central , Kalimantan do North, Kalimantan Ocidental,
Kalimantan Oriental, Papua, Papua Ocidental

MALÁSIA| Sabah

MÉXICO| Campeche, Chiapas, Jalisco, Oaxaca, Quintana Roo, TabascoYucatán,

MOÇAMBIQUE| Zambézia

NIGÉRIA| Cross River

PERU|  Amazonas, Huánuco, LoretoMadre de Dios, Piura, San MartínUcayali

RD CONGO| Maï Ndombe

Panorama global: desmatamento, emissões e PIB em 39 jurisdições subnacionais

Este infográfico oferece uma visão sintética da variação espaço-temporal de indicadores-chave sobre proteção florestal e produção econômica em 39 jurisdições tropicais. No geral, os indicadores são apresentados para o período de 2001-2017, e os dados originais são derivados das Agências Oficiais de Monitoramento Florestal Nacional (para mais detalhes, consulte a seção de métodos). As principais tendências documentadas nas jurisdições são:

  • Taxas anuais de desmatamento (porcentagem e km²) após 2001
  • Porcentagem de cobertura florestal
  • Potenciais reduções de emissões, com 90% de redução no desmatamento e desmatamento líquido zero até 2030
  • Média anual de emissões decorrentes do desmatamento (toneladas de CO²)
  • Mapas regionais e estaduais com as últimas condições de cobertura florestal e desmatamento
  • Variação no PIB médio anual (tendência de 5 anos)
  • Variação no desmatamento médio anual (tendência de 5 anos)
  • Variação no desmatamento em relação aos níveis de referência

Baixe o infográfico

Mapa jurisdicional

Métodos e dados

BRAZIL| Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins

COLÔMBIA| Caquetá

COSTA DO MARFIM| Bélier, Cavally

EQUADOR| Pastaza

ETIÓPIA| Oromia

INDONÉSIA| Aceh, Kalimantan Central, Kalimantan Norte, Kalimantan Occidental,
Kalimantan Oriental, Papua, Papua Occidental

MALÁSIA| Sabah

MÉXICO|   Campeche, Chiapas, Jalisco, Oaxaca, Quintana Roo, Tabasco, Yucatán

MOÇAMBIQUE| Zambézia

NIGÉRIA| Cross River

PERU| Amazonas, Huánuco, Loreto, Madre de Dios, Piura, San Martín, Ucayali

RD CONGO| Maï Ndombe

Plataforma GCF Impact

A Força Tarefa dos Governadores para Clima e Florestas (GCF) consiste no esforço coletivo de 38 governos subnacionais para alcançar a sustentabilidade jurisdicional

A plataforma GCF Impact é um aplicativo da web que permite que empresas, doadores e investidores explorem e descubram oportunidades de investimento em jurisdições tropicais sustentáveis.

Acesse a plataforma da GCF e cause um impacto!

Technical team
Supported by