2020
fev

Darrel Webber, ex-CEO da RSPO, liderará a iniciativa Campeões de Florestas Tropicais da EII

Darrel Webber, ex-CEO da Mesa Redonda de Óleo de Palma Sustentável  (RSPO, sigla em inglês), iniciou seu novo papel como diretor-gerente de Estratégias Florestais Globais no Earth Innovation Institute, onde liderará a iniciativa dos Campeões de Florestas Tropicais da EII, entre outras tarefas.

Webber é um líder global em desenvolvimento sustentável e um brilhante articulador entre diferentes setores que muitas vezes estão em lados opostos. Ele acabou de completar oito anos como CEO da RSPO, e durante esse período o número de membros da RSPO aumentou em mais de 10 vezes, de 400 para 4.500. Atualmente, um quinto da produção mundial de óleo de palma – a qual é um importante vetor do desmatamento, especialmente no sudeste da Ásia – é certificada pelos padrões da RSPO.

Ele também é um forte proponente de abordagens jurisdicionais ao desmatamento e outras dimensões de sustentabilidade, lançando e liderando a “Abordagem Jurisdicional” de certificação da RSPO e apoiando diretamente o processo de certificação jurisdicional em Sabah, Malásia, na Ilha Bornéu, onde Webber nasceu e cresceu, e onde ele vive atualmente.

A experiência de Webber, e sua ênfase em colaboração e parcerias, fazem dele uma pessoa especialmente capacitada para a tarefa de liderar a iniciativa dos Campeões de Florestas Tropicais, o qual foi desenhado para estimular parcerias entre o setor privado e os estados e regiões com florestas tropicais em busca de um desenvolvimento harmônico com a floresta, a comunidade, e o clima.

Abaixo, Webber compartilha algumas reflexões sobre seu novo papel no EII, suas prioridades para essa organização e o que continua a inspirá-lo em seu trabalho com as florestas tropicais.

O que mais lhe anima em seu novo trabalho como chefe da iniciativa Campeões de Florestas Tropicais, do Earth Innovation Institute?

Estou muito animado para trabalhar mais com esse tema que inicialmente me fez deixar o mundo corporativo, muitos anos atrás; ou seja, o tema das florestas. Estou muito animado para ver como posso proporcionar impactos positivos e concretos junto às áreas de florestas tropicais e às nações.

Que desafios você antecipa em sua nova função?

Como em qualquer novo trabalho, o maior desafio é, sem demora, tomar conhecimento do estado das coisas, acreditar no propósito do trabalho e rapidamente situar-se no cenário macro.

Você transformou a RSPO em uma organização com mais de 4.500 membros. Como você pretende aplicar essa experiência no EII?

A colaboração e o trabalho com lideranças em todo o mundo foi o segredo do sucesso da RSPO. Eu espero trazer essa experiência e essa abordagem ao EII. Para fornecer soluções cruciais para as florestas tropicais, nós definitivamente precisamos aproveitar as vozes e as mãos dos muitos atores que temos.

Como você vê o papel do EII neste momento de maior conscientização sobre o clima e ameaças às florestas tropicais?

O EII pode fornecer um argumento convincente para que os países com florestas tropicais abandonem o que é um caminho comprovado para o desenvolvimento econômico (ou seja, trocar recursos naturais por dinheiro). Por que eles deveriam fazer isso? Considerando que nações mais avançadas e mais ricas ainda seguem a mesma fórmula destrutiva que existe desde a revolução industrial. O EII está bem posicionado para responder a essa pergunta crítica a medida em que busca mostrar resultados tangíveis nas práticas de campo, trazendo soluções de ponta para as regiões em que estamos trabalhando.

O que o atraiu inicialmente para esta linha de trabalho?

Foi em 1998, no meio de uma área intocada de floresta em Bornéu. Eu estava lendo um livro que ensinava que não se pode ser proativo na vida se não se sabe qual é o seu objetivo/missão da vida. Eu decidi naquele dia que eu queria fazer algo para proteger florestas e permitir que gerações futuras testemunhassem a incrível beleza de florestas primárias/intocadas.

O que o inspira?

As florestas me inspiraram no início. Agora, eu sou mais inspirado por meu filho. Ele sabe muito mais sobre a rede da vida do que eu. Aprendo muito com ele. Eu também sou inspirado pelos jovens que estão crescendo mais preocupados com o estado do planeta neste momento. As iniciativas deles para fazerem algo e assegurarem que suas vozes sejam ouvidas são muito inspiradoras.

You are donating to : Greennature Foundation

How much would you like to donate?
$10 $20 $30
Would you like to make regular donations? I would like to make donation(s)
How many times would you like this to recur? (including this payment) *
Name *
Last Name *
Email *
Phone
Address
Additional Note
paypalstripe
Loading...